NaTrilha #24 – Mountain Bike

O NaTrilha de hoje atende a pedidos de nossos ouvintes para falar de Mountain Bike. Recebemos dois aventureiros de peso, com animação de sobra  e muita experiência para apresentar esse esporte empolgante.

Saiba como se virar no meio do aperto. Descubra qual a melhor bike para seu tamanho e peso. Entenda a diferença e importância dos equipamentos de segurança. E não esqueça de colocar o “salaminho” na sua mochila.

Compartilhe esse episódio. Se fizer pelo Facebook, não esqueça de deixar o compartilhamento em modo “Público”, ok? Assim poderemos falar seu nome durante a leitura de emails.

Quer completar alguma coisa? Tem sugestão de temas pra gente? Ainda ficou na dúvida ou quer simplesmente concorrer ao prêmio “Joinha”? Manda um e-mail pra gente. Vale até uma selfie.

Não esqueça de dizer de onde você é, sua idade e que esporte pratica (ou não)

Diga-nos o que achou desse programa. Seu feedback é importante para nós.

Para pular a seção de leitura de e-mails e comentários, pule para 20 minutos e 20 segundos.


Participantes do programa de hoje:


Comentado no programa:

Podcast Plataforma Geek – plataformageek.net

Podcast 4×15 – 4×15.com.br/

Podcast MachineCast: machinecast.com.br

Vídeo sobre “não usar rodinhas” em bicicleta para crianças:


Padrim

Contribua com o NaTrilha pelo Padrim. Clique aqui e saiba como se tornar um padrim

Padrinhos e Madrinhas.

– ANA LUIZA KARAN;
– DAIANA ALMEIDA;
– GIOVANI SOUSA;
– PAULO VICTOR NOVAES;
– ANDERSON HENRIQUE DE LIMA;
– TENISTA EM AÇÃO.

Grupo Telegram do NaTrilha.

Acesse e participe:

Entrar no Grupo Telegram – NaTrilha


NaTrilha no iTunes:

Não deixe de nos classificar e deixar seu comentário. Clique no link abaixo

NaTrilha no iTunes


Agradecimentos:

Tenista em Ação, Felipe TFC, Carolina Faustini, Dalton KbsaAna Luiza Karan, Daiana Almeida, Douglas Domiciano, João Olavo, Camila Araújo, Robson Nunes, Roberto de Oliveira, Paulo Victor Novaes

Agradecimento por contribuir no layout do site do NaTrilha: Marcos Daniel – @teamblue  do Podcast MachineCast

Nosso e-mail:

natrilhapc@gmail.com

  • Pingback: NaTrilha #24 – Mountain Bike – Podflix - Podcast()

  • Vitorio Silvestre

    O programa foi ótimo. Os convidados conseguiram atender com louvor os objetivos do programa de descomplicar o mountain bike, além de estimular as pessoas a se interessarem pelo esporte.

    Como alguns devem saber, aqui em Minas Gerais, a nossa praia é o mountain bike. Em todo o estado tem várias trilhas e caminhos e grande número de praticantes de mountain bike que cresce a cada dia. Inclusive, a principal competição de mountain bike cross country – a Copa Internacional de Mountain Bike, válida para o ranking mundial – é realizada no Estado.

    Sobre preço de equipamento e acesso ao esporte, destacado a experiência da associação de ciclismo que estou vinculado: Associação Mountain Bike BH de Ciclismo. Ela existe desde 2004 por grupo de amigos que se reunia para fazer passeios de mountain bike pelas as trilhas da região metropolitana de Belo Horizonte – que são várias – e viajando para explorar trilhas em outras partes do estado do país. Em 2006, a turma do Mountain Bike BH percorreu os trechos da Estrada Real – caminho velho e caminho novo. Informações dessa aventura estão no nosso portal que vai no final desta mensagem.

    Aos poucos, o grupo de amigos que praticava o esporte apenas por diversão começou a participar de competições regionais e nacionais. Com isto, acabamos criando uma equipe de atletas amadores que levam o esporte à sério. À medida que fomos evoluindo a organização da nossa associação e equipe, conseguimos negociar a compra de equipamentos diretamente com importadores. Com isto, conseguimos acesso a equipamento de ponta por preço e condições muito boas. Chegamos até o ponto de conseguir preços igual ao muito próximos ao mercado americano e europeu. Além disso, por meio da associação, conseguimos patrocínio de empresas privadas direto ou mediante o uso do mecanismo da Lei de Incentivo ao Esporte. Assim, a união de atletas e organização em associação nos ajudou a superar o problema do custo do esporte.

    No mais, acho que só faltou mencionar que o maior prazer do mountain bike – e do ciclismo em geral – é ter a sensação de conseguir vencer grandes distâncias por meios próprios. E acredito que, o mountain bike, assim como a maior parte dos esportes “out-door”, ao mesmo tempo que desenvolve a sua independência e autonomia, te estimula a ser solidário com outras pessoas que praticam o esporte ou que tem interesse em praticar o esporte. Isto ficou evidente na fala dos convidados que fizeram todo o interesse em esclarecer dúvidas e despertar o interesse pelo esporte. Outra características comum com outros esporte “out-door” é o desenvolvimento da consciência ambiental. Sem áreas naturais preservadas, não haverá espaço para o esporte.

    Abraços e continuem com o excelente trabalho.

    Vitório Silvestre
    Atleta do paraciclismo e paracanoagem
    Vice-presidente do Mountain Bike BH
    Membro da Comissão Nacional de Atletas da Confederação Brasileira de Ciclismo

    http://www.mountainbikebh.com.br
    http://www.mountainbikebh.com.br/cicloviagem/index.html (cicloviagem na Estrada Real)
    https://www.facebook.com/MountainBikeBh/ (fan da associação)
    https://www.facebook.com/MountainBikeBhRacingTeam/ (fanpage da equipe)

    • Muito obrigado por sua contribuição. É sempre importante contar com participações desse nível. Isso realmente extende as discussões do programa.

    • Faraho

      Parabéns pela organização da associação! Muito importante o surgimento de mais entidades como a sua para o crescimento do esporte.

  • Faraho

    Como praticante amador e entusiasta do ciclismo fiquei muito contente com o lançamento do programa dedicado ao Mountain Bike.
    Abordagem simples e didática para apresentar o básico dos prazeres que é pegar a magrela e pedalar.
    Parabéns a toda equipe do NaTrilha Podcast.
    E como as discussões no grupo do telegram depois desse episódio foram importantes para enriquecer o conteúdo do cast.

    Abraços e nos vemos NaTrilha.

  • Evandro Denzin

    Muito bom o podcast. Quero comentar sobre 3 pontos a título de esclarecimento: 1. Selim: qto mais vc anda menos necessidade há de ser macio ou acolchoado. O mais usado pelos cicloviajantes é o Brooks que praticamente é só um couro grosso que se molda à bunda do ciclista. 2. Clipe do pedal: é mito a ideia de que vc aumenta o rendimento clipado pq puxa e empurra o pedal. Estudos feitos nos EUA já provaram que isso não acontece na prática. Mas eu não consigo mais pedalar sem sapatilha porque me dá muito mais conforto e segurança. 3. Câncer de próstata: outro mito: pedalar não causa câncer de próstata. Muitos urologistas que entrevistei dizem a mesma coisa: pedalar não causa essa doença. Faltou falar do Strava e do Wikiloc apps muito legais para ciclistas. Espero ter contribuído com o papo muito legal deste pod. Continuem nessa pegada! Parabéns!

    • Werther Krohling

      Evandro, eu tbm tenho dois Brooks B17 e confirmo tudo o que vc falou. Ele é super duro, mas extremamente confortável. Depois de um tempo ele molda no formato da bunda e é só alegria.

      WK.

    • Ótimos pontos apresentados. Com certeza contribui muito não só conosco mas também para o esporte.

  • Werther Krohling

    Olá galera, parabéns pelo episódio.

    Cheguei aqui por indicação de um comentário deixado no post do becodabike ( http://www.deviante.com.br/noticias/entretenimento/beco-da-bike-04-mountain-bike/).

    Também sou de Vila Velha e fiquei bem feliz de saber que tem mais gente produzindo conteúdo podquestal aqui do Estado.

    Abraços e boas aventuras.

    WK.

    • Vlw camarada. Tb gostei de saber que temos mais podcasters na região canela verde. Já rola um encontro heim!?

      • Werther Krohling

        Demorô!

  • Yuri Motoyama

    Mais outro excelente episódio! Ouvindo fiquei com muita vontade de mandar minha magrela pra dar uma reformada e tentar voltar a ir para o meu serviço de bicicleta. Um problema que eu tenho é segurança, pois preciso levar meu notebook para o serviço, e como moro em outra cidade, existem alguns pontos perigosos para passar. Mas estava pensando durante o episódio, isso deveria ser mais estimulado pelas empresas. Onde eu trabalho por exemplo, não tem um chuveiro onde possamos tomar um banho ao chegar.

    • Esse é um bom ponto a ser considerado pelas empresas. Mal sabem elas que esse tipo de estímulo vai garantir qualidade de vida aos funcionários. E garantindo isso, evitam-se atestados e atrasos. Obrigado por mais essa participação.

  • Yuri Motoyama

    ….continuando a comentar!!! rs
    (eu ouço o episódio e vou parando para comentar, assim não perco a linha de raciocínio)

    Sobre o fato dos mais gordinhos terem mais resistência física por terem mais “gordura” para queimar na verdade é um mito. Ou até um viés de confirmação (isso se dá quando nós percebemos apenas os gordinhos que são resistentes e não percebemos os que são descondicionados). Olhem como exemplo os atletas de endurance do tipo maratonistas, todos são magros. Tanto um gordinho quanto um magrinho podem não aguentar o esforço do ciclismo se forem descondicionados fisicamente. O corpo humano usa gordura como fonte de energia sim, mas para isso o corpo precisa estar de certa forma desenvolvido para que esse processo seja otimizado.

    Valeu pela citação do Quatrode15 no episódio! Muito legal! Logo mais vou fazer uma postagem sobre esse lance da relação entre dano muscular e hipertrofia.

    Abraço pessoal!

    • Não sei se te agradeço ou te bato. Você acaba de destuir meu melhor argumento contrário a alguma gracinha de que preciso emagrecer. Mas não tem como não ser saudável ficando em forma. Então ok, obrigado pela participação. Kkk

      • Yuri Motoyama

        KKKKKKKKKKKKKKKKKK agora eu ri alto aqui!

  • Jorge Augusto

    Ah, minha bicicleta… Saudades de andar, acho que vou voltar a fazer.

    Parabéns pelo episódio, pessoal. Mais uma vez estava impecável. E o sr. Renan está se superando cada vez mais com as trilhas sonoras do Na Trilha. Cada musicão!!!

    Grande abraço e até o próximo comentário.